24 de mar de 2011

La cabine Photo

Pessoal chegando, Alona começando (mas só começando) a GRITAR. Por enquanto, os adeptos da cerveja a R$ 1,00 são os primeiros a se aproximar. E enquanto as bandas não soltam seu primeiro acorde, La Photo Cabine causa frisson na galera. 

A ação do núcleo de artes visuais do Coletivo Alona tem o nome inspirado no filme O Fabuloso Destino de Amelie Poulan. Já a idéia foi trazida de uma intervenção artística do MOMA (Museum of Modern Art), NY. E a sensação provocada por ela, ah, isso eu deixo para os fotografados responderem com suas expressões faciais impagáveis.

La Photo Cabine

Conhecida também por "Cabine Cabrera", ou simplesmente "barraquinha da Cabrera", a tal La Photo Cabine segue uma metodologia bastante simples. Você chega, olha desconfiado. Vê um pessoal por perto, desconfia um pouco mais. E quando tá mais pertinho da tal "barraquinha", escuta um Grito. Não, não, um grito não, escuta um berro, um berrão. Enfim, descobre a tal barraquinha da Renata Cabrera, fotógrafa e colaboradora do Coletivo Alona.

Qualquer um pode participar. É só entrar lá, dar seu grito e a Cabrera registra tua foto. Aí é só esperar que as imagens vão pro telão no salão da Vila Cultural. E vou te falar, coisa mais engraçada do mundo estar aqui na ilha da cobertura colaborativa vendo a reação das pessoas se vendo e vendo aos outros nessa situação um tanto, inusitada.

Tem Grito de todo jeito. Daqueles tímidos, daqueles estabanados. Uns mais eufóricos e outros que me causam a sensação que até o terceiro dia, alguém sai sem tímpano desse festival. E nessa a gente fica assim, ó, repare as fotos do colaborador Leandro:

Foto: Leandro Dias

Um comentário:

Rebeca Nogueira disse...

booooora pra cabine com a Renataaaa hhaahhahahahahaha