15 de jun de 2011

Nota de Esclarecimento: Cobertura Colaborativa

A cada dia, a Cobertura Colaborativa do Coletivo Alona tem recebido maior espaço e carinho dos londrinenses. E, estrelinha que caiu no boca a boca da cidade, resolveu entrar na onda chick de enviar Notas de Esclarecimento para fazer uma graça e explicar as "falhas" nos últimos trabalhos do coletivo, A Noite Demosul e a Noite Fora do Eixo:


No último sábado, 11, o Festival Demosul trouxe ao palco da Vila Cultural Alona As Mercenárias. A banda londrinense Tênis Sujo e um Scarpin também se apresentou, lançando seu CD Uns tragos e uns papos


Foto tirada na raça, pelo celular de Karine Benatto
Com apresentações empolgantes, o evento marcou o início das Noites Demosul, uma série de shows que antecedem ao Festival marcado, este ano, para ter sua 11ª edição em outubro.
Como de costume, a Cobertura Colaborativa do Coletivo Alona, parceiraça do Festival, esteve presente e deixou suas impressões no blog do Demosul. Mas, desta vez, o trabalho foi feito com algumas restrições, devido aos poucos equipamentos disponíveis. 


Por isto, os colaboradores apenas conseguiram registrar com textos e fotos (via celular) a noite que entrou para a história do rock londrinense. Esta foi também a primeira vez que a Cobertura Colaborativa experimentou a transmissão do evento por twitcam, com uma resposta ótima do público que teve que acompanhar os shows à distância. Confira os suados resultados extraídos no blog http://demosul.blogspot.com/.


O drama também aconteceu na última Noite Fora do Eixo, do dia 27 de maio. Entre trabalho no bar, portaria, atendimento às bandas e cervejas para fazer as honras da casa, os integrantes do Coletivo Alona (portanto, a tal Cobertura Colaborativa) se perderam no caminho para as postagens no blog e não conseguiram fazer o que mais gostam: trazer para você, leitor/internauta as informações em tempo real do evento. 


Ok, Tati e Cabrera, quem tá fotografando o evento aqui?
Dessa forma, a noite que deixou boquiabertos os londrinenses com as bandas The Almighty Devildogs,  Lanivus e Locodillos, teve apenas as postagens de áudios com entrevistas feitas pelo sério profissional e guerreiro de colaborativa, Vitor, el Gaucho. Excelentes vídeos de Digu, o colaborador carioca "maneiro" que veio pra fortalecer o trabalho do Fora do Eixo na região norte do Paraná também foram para o ar, como este, e mais este. Quanto às fotos, peçam à Renata Cabrera, mas a verdade é que grande parte delas são impublicáveis (porque Fora do Eixo não é somente o nome do evento, certo Cabrera?) 


Por isto, integrantes do Coletivo Alona e parceiros da idéia, estão recrutando você, isto mesmo, você para reavivar este trabalho. Basta se achegar... Então, cola lá nas nossas ações (oba, este sábado, 18, tem sarau!), deixa recadinho aqui no blog, ou dá uma tuitada pro @coletivoalona, que a gente vê rapidão e entra em contato  para te inserir neste trabalho quelo siento, vicia. 


E para não perder sua maior característica, que é a descrição (muitas vezes fofoqueira) dos bastidores, a Cobertura Colaborativa traz um furinho de leve para o público e já avisa: a próxima Noite Demosul traz à cidade a banda Patrulha do Espaço, dia 12 de agosto. Em breve, a gente conta mais (desculpa aí, Marcelo, mas colaborativa é colaborativa, amizades a parte).

Um comentário:

Silvana Dalmaso disse...

Gente. Eu testemunhei mesmo o trabalho de todo mundo na Noite Fora do Eixo do Alona. é complicado realmente quando se tem que trabalhar na produção e cobertura; alguma coisa acaba ficando de lado; sei bem como é. Mas nada disso tirou o brilho da noite. Banda ótimas, de qualidade. Foi muito show. E os vídeos do Digo mostram um pouco de como foi legal. Parabéns a todos do Alona!